Combinando cores

Arquiteta dá dicas para harmonizar tonalidades na decoração

Projeto por Érika Steckelberg/CLS Arquitetura

A palavra decoração costuma remeter a escolha de objetos, papel de parede, adornos e mobiliário. Mas, em uma análise mais profunda, são as cores que trazem vida e personalidade aos ambientes. Elas podem transmitir alegria, criando espaços repletos de vivacidade e boas energias. Uma cartela de cores bem aplicada transforma qualquer projeto, residencial ou corporativo, tornando-o único. Nesse sentido, a arquiteta Érika Steckelberg, do escritório CLS Arquitetura, dá dicas valiosas para harmonizar tonalidade na decoração:

 

  1. Personalidade

De acordo com a profissional, a primeira definição ao decorar uma casa é saber o que se quer imprimir ao local. “Antes de iniciar um projeto, é preciso conhecer o gosto do proprietário: se o ambiente será clássico, contemporâneo, rústico, sofisticado, divertido, sóbrio, entre outras tantas opções. Após essa primeira avaliação, são determinadas as cores e onde aplicá-las. Trata-se de um trabalho minucioso que demanda tempo e sintonia entre cliente e profissional”, detalha.

Projeto por Érika Steckelberg/CLS Arquitetura

 

  1. Funcionalidade

Espaços modernos e coloridos são tendência e o contraste entre tons neutros e cores vivas deixa o ambiente charmoso, aconchegante e criativo. Porém, a profissional orienta que há um critério a ser adotado na hora da escolha. “A seleção das cores sempre depende da funcionalidade do espaço, a quem se destina e o tempo que essa pessoa permanecerá no local. Por isso, elas devem ser usadas sem medo, mas destinadas a pontos específicos e aplicadas de maneira correta”, explica.

 

  1. Iluminação

Outro detalhe a ser levado em conta é que a iluminação e a composição de cores devem ser planejadas em conjunto, pois tonalidades claras refletem mais luz, ampliando o ambiente e, em contrapartida, o contrário ocorre com as cores escuras. Além disso, quando combinadas, as cores perdem um pouco o seu sentido particular e ganham um sentido composto. Por exemplo, vermelho e preto causam uma sensação completamente diferente do mesmo vermelho acompanhado do laranja.

Projeto por Érika Steckelberg/CLS Arquitetura

 

  1. Identidade visual

A arquiteta explica que é interessante a casa seguir uma linguagem visual de cores para conferir unidade, porém é possível dar destaque a paredes específicas. “A cozinha, por exemplo, apesar de ser um ambiente que aceita muitas brincadeiras com cor e combinações de materiais, quando integrada a salas, precisa estar em harmonia, e sua paleta de cores deve ser combinada. Ambientes como quarto do bebê e de crianças permitem maior liberdade, pois serão modificados em alguns anos, e podem ser caracterizados pelas cores, criando espaços lúdicos e alegres”, conclui Érika.

Para auxiliar você a escolher as cores que mais combinam com a personalidade da sua casa, o Helper App é perfeito. Um aplicativo destinado àqueles que procuram uma consultoria técnica eficaz (CTE) para reformar, comprar ou alugar, visando oferecer as soluções mais adequadas e práticas.

O app está disponível para download gratuito pelos sistemas IOS (https://goo.gl/5Iv14n) e Android (https://goo.gl/oFdfRq). Em caso de dúvidas, assista às instruções aqui: https://youtu.be/poit9tgNlnE.

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *